Não poderíamos apresentar um artigo sobre cuidados para evitar danos em casas próximas à praia sem oferecer dicas preciosas. São quatro cuidados que você deve ter na hora de construir, reformar e decorar o seu lar, deixando a corrosão e o mofo da maresia longe do imóvel:

1. Escolha acabamentos adequados

Portas, janelas, piso, metais: tudo precisa ser estudado antes da compra. Existem acabamentos que devem ser evitados, como metais cromados, ferro e madeira crua. Isso porque eles sofrem a ação do tempo rapidamente e você corre o risco de perder as peças rapidamente.

Para o chão, por exemplo, prefira o porcelanato com acabamento fosco e proteção extra contra riscos e manchas. Os modelos bege e com padrão manchado ajudam a disfarçar a maresia e a areia.

Já no que diz respeito aos metais, dê preferência ao alumínio e ao inox, que tendem a sofrer menos os efeitos da maresia. Uma outra opção é o uso do PVC e do plástico quando possível (boa opção para esquadrias e janelas), trocando apenas as borrachas de vedação e lubrificando as articulações.

Os eletrodomésticos e eletrônicos requerem cuidado especial. Além da corrosão, a umidade também pode provocar danos nos componentes internos. Opte por desumidificadores (existem versões elétricas e manuais) para deixar o ar mais seco, além dos cuidados especificados pelos fabricantes.

2. Utilize tintas com proteção

Hoje em dia, algumas marcas já oferecem versões de tinta com protetores específicos para evitar danos em casas próximas à praia, principalmente para a parte de fora (que sofre diretamente os efeitos).

Contudo, nem sempre é possível encontrá-las e é necessário saber o que procurar no produto para proteger o lar. Escolha tintas látex emborrachadas, específicas para uso na área externa, que duram cerca de cinco anos.

Já nos ambientes internos você pode usar as acrílicas com acabamento semibrilho. Outra possibilidade é o tecnocimento, um revestimento à base de cimento especial, limestone, mármore e quartzo. Ele vem em várias opções de cores e atende a projetos rústicos e modernos.

3. Use impermeabilizante no telhado

Seja o telhado aparente ou platibanda, é preciso saber o que escolher e como cuidar das telhas. No caso dos telhados aparentes em cerâmica, é preciso usar um impermeabilizante que diminua os efeitos da maresia, para que o material não acabe ressecando e esfarelando (o que pode causar vazamentos). Outra opção são as telhas em concreto ou em estilo shingle — sobrepostas, com uma camada de verniz acrílico especial que evita o acúmulo de sujeira e danos.

Já quem quer uma casa sem telhado aparente pode fazer uma laje impermeabilizada ou telhas de fibrocimento sem amianto.

4. Aplique verniz nas peças em madeira

A madeira é um material clássico, que combina com a maioria dos estilos, do rústico ao contemporâneo. A possibilidade de usar peças certificadas — ou de demolição — oferece uma boa opção para quem deseja apostar na sustentabilidade da construção.

Porém, é preciso cuidar para garantir a durabilidade. Além do uso de verniz marítimo nas peças maiores, não deixe de passar cera ou lustra móveis (consulte o fabricante). As peças precisam passar por tratamento especial, impedindo o desenvolvimento de pragas como o cupim e criando uma película de proteção.

Esperamos que nossas dicas possam ajudar você a construir e manter seu imóvel sempre lindo, aproveitando os benefícios da vida à beira-mar e aprendendo a evitar danos em casas próximas à praia. O melhor de cada mundo para ser feliz!

Se precisar de mão de obra especializada para colocar as dicas acima em prática, preencha seus dados abaixo que entraremos em contato:

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone (obrigatório)

Assunto

Caso necessite, envie aqui a sua planta ou fotografia.
Anexar arquivo: (até 5Mb)
]

Mensagem