Você sabe o que é vergalhão?

vergalhao
Curiosidades sobre vergalhão

O vergalhão, também conhecido como barra de aço, é utilizado na construção civil para servir de suporte para paredes e colunas. Ele pode ser liso, mas frequentemente é fabricado com deformações. Essas deformações melhoram sua textura, assim, o concreto pode aderir melhor. Dessa forma, é gerado um vínculo mais forte que ajuda a prevenir rachaduras no concreto.

Sabemos que a lista de insumos da construção civil é imensa. Mas, seja na fase de fundação, na execução da estrutura ou na etapa de acabamento, existem alguns materiais que são de extrema importância para a qualidade final da edificação.

Fundamental para a formação do concreto armado, o vergalhão é um destes materiais. Afinal, nenhuma obra fica em pé sem as colunas – que é em sua maior parte feita a partir do concreto armado, que sustentam o peso das paredes e tetos.

Dessa forma, podemos dizer que o início das construções depende bastante dos vergalhões. É nessa fase que são montadas as estruturas da edificação, são reforçados os blocos de vedação e etc.

Vamos então conhecer mais sobre esse material tão importante? Apesar de muito conhecido do público, existem algumas curiosidades sobre ele. Vamos lá?

O que é vergalhão?

Apesar de ser conhecido como vergalhão de ferro, esse material é feito, na verdade, de aço. A principal diferença está na composição: o aço é uma liga de ferro-carbono que contém de 0,008% até aproximadamente 2,0% de carbono. No ferro esse teor é de 2,04 a 6,7%.

Sendo assim, os vergalhões são barras de aço, que podem ser nervuradas ou lisas e encontradas em diferentes espessuras. É popularmente conhecido como barra de aço ou viga metálica.

Como dissemos acima, o vergalhão é fundamental para a composição do concreto armado. Assim, além de oferecer suporte a paredes e colunas, também é bastante utilizado para reforçar estruturas de concreto. Calçadas, pilares, vigas, lajes e fundações são bons exemplos.

A junção do aço com o concreto, que dá liga ao concreto armado, é muito comum e importante. Enquanto o concreto resiste à compressão, o aço apresenta resistência à tração. Portanto, a união desses elementos possibilita a obtenção de um material resistente a ambos os esforços.

Com o uso do aço, é possível reduzir a dimensão das estruturas de concreto, proporcionando melhor aproveitamento do espaço. Além disso, diminui o consumo de cimento e demais insumos utilizados no preparo da massa.

Embora seja mais comum que o vergalhão seja fabricado com nervuras, que servem para auxiliar na aderência do concreto e gerar um vínculo forte que previne rachaduras, ele também pode ser liso.  Assim, ele se torna mais maleável, e pode ser feito de diversos tamanhos e espessuras. Ainda, a viga metálica também pode ser utilizada como barra longitudinal ou dobrada, de acordo com a necessidade da obra.

Quantidade e Qualidade dos Vergalhões

Por ser bastante utilizado no setor da construção civil, o vergalhão geralmente é comprado em maior quantidade. Por isso, para que não aconteça de ter desperdício de dinheiro e de material, é bom sempre estar com as especificações do projeto de construção em mão. Não deixe de segui-las a risca na hora da compra.

Dessa forma, seguindo as especificações, você afasta o risco de a viga não encaixar na estrutura, o que impossibilitaria o uso e resultaria em atraso no cronograma.

Além disso, não se esqueça de ficar atento à qualidade do material do qual é feito o vergalhão de aço que utilizará em sua obra. No mercado existem diversas empresas que fabricam vigas metálicas, por isso, evite analisar apenas o preço. O mais recomendável é a busca pelo melhor custo benefício vindo de empresas reconhecidas.

Isso tudo porque um vergalhão de menor qualidade pode levar diversos riscos à sua obra, tanto financeiros quanto físicos.

Estruturas levantadas com materiais frágeis ou de origem e qualidade duvidosas possuem grande chance de desabar. Isso pode causar enormes prejuízos monetários, atrasar o cronograma de conclusão da obra e ainda ferir trabalhadores ou passantes.

Classes de Vergalhão e suas aplicações

O Brasil tem uma norma que “estabelece os requisitos exigidos para encomenda, fabricação e fornecimento de barras e fios de aço destinados a armaduras para estruturas de concreto armado, com ou sem revestimento superficial.” É a NBR 7480 (clique aqui para ler).

De acordo com essa norma, os vergalhões deverão ser comercializados e divididos em três classes: CA-25, CA-50 e CA-60. As classes são determinadas por características mecânicas, se diferenciando em relação a resistência à tração e ao escoamento.

Feito de um aço mais flexível que os demais, o vergalhão da classe CA-25 é pouco utilizado na construção civil. Sua utilização é maior em casos nos quais o uso da barra nervurada é dispensada, sendo mais comum o uso da lisa. Um exemplo desse caso é a indústria de pré-moldados, especificamente na realização de alças, para o içamento de determinadas peças.

Já o vergalhão da classe CA-60, é conhecido por ser altamente resistente. Dessa forma, é útil tanto para estribos, telas e treliças quanto para pisos e armaduras de lajes. Além disso, a leveza que leva às estruturas de concreto armado é outra característica importante dessa classe.

Finalmente, o CA-50, que é o mais usado na construção civil. Suporta alta concentração de carga, é flexível e, ainda consegue aderir ao concreto com facilidade, devido a sua estrutura nervurada.

É possível soldar vergalhões?

Uma dúvida comum em relação à utilização dos vergalhões é sobre a possibilidade de soldá-los. A resposta é simples: depende da quantidade de aço contida no vergalhão.

De acordo com estudos publicados, vergalhões de aço de baixa liga podem ser soldados. Esse tipo é o único que pode ser soldado sem a necessidade de considerações especiais ao longo de seu uso.

Em contrapartida, sabendo que o material dos vergalhões de aço de liga e alta resistência são mais maleáveis, eles não devem ser soldados. Isso porque eles tendem a romper com o peso do concreto.

Sabemos que a proporção do carbono na fórmula do aço é o que define a resistência dos vergalhões. Por isso, quanto mais carbono concentrado, mais quebradiço é o aço.

Em relação ao suporte no concreto, o aço de alta liga oferece vantagem. Porém, a desvantagem é o fato de ele não ser soldável, como o de baixa liga e resistência.

É importante ressaltar que existe, ainda, outra classe de vergalhões além das três que citamos anteriormente (CA-25, CA-50 e CA-60). Trata-se da CG-50, que se difere da CA-50 em sua composição química, tornando-se mais indicada para processos de solda.

Como armazenar o vergalhão

Não basta conhecer tudo sobre vergalhão e comprar em um bom fornecedor. Além disso, é necessário entender qual a melhor maneira de armazená-lo. Para que sua estrutura não sofra danos, é preciso garantir o armazenamento em locais que sejam secos e que o material não entre em contato direto com o solo.

Além disso, é importante saber que a ferrugem superficial é comum e não oferece riscos ao vergalhão. Portanto, não recomenda-se a utilização de óleos ou graxas com o objetivo de proteger a estrutura, pois pode atrapalhar sua aderência ao concreto futuramente.

Fonte:

Gostou da matéria? Quer tirar mais dúvidas ou solicitar um serviço? Fale conosco!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest